A previsão orçamentária faz parte das atribuições do síndico, essa é uma das principais atividades dentro da gestão condominial.

Através da previsão orçamentária é possível planejar as necessidades do condomínio no longo prazo.  

Nesse artigo explicaremos tudo sobre a previsão orçamentária, continue lendo! 

O que é previsão orçamentária? 

A previsão orçamentária compreende todo processo de analisar e decidir sobre o dinheiro que será gasto pelo condomínio no ano seguinte. Ou seja, o síndico estabelece as despesas futuras do condomínio com base nos custos de meses anteriores.  

Toda previsão orçamentária obrigatoriamente é apresentada pelo conselho fiscal e pelo síndico na assembleia geral do condomínio. Geralmente essa pratica acontece no final do ano ou no início do ano vigente (Janeiro a Março).  

Vale lembrar que o dinheiro previsto é “todo dinheiro que entra no caixa do condomínio”. Dessa maneira, tudo que entra no caixa do condomínio, ou seja, toda arrecadação é composta dos aluguéis e taxas.

A previsão sempre é feita com base na taxa condominial e quando bem calculada a previsão orçamentária pode gerar menos despesas aos moradores durante o próximo ano. 

Por isso, a previsão do orçamento do condomínio precisa considerar:  

  1. Necessidades dos moradores 
  1. Necessidade do empreendimento 

O objetivo da previsão do orçamento do condomínio sempre será visando a valorização do condomínio, de forma que qualquer melhora na vida em comunidade e nas áreas do condomínio refletem significativamente no seu preço do imóvel. 

Como fazer a previsão orçamentária condominial?  

A previsão orçamentária é feita com base nas relações das despesas do condomínio durante os últimos meses. O conselho fiscal e síndico analisam todos os detalhes de cada despesas e analisam os principais custos, como: 

  • Energia e Luz 
  • Pagamentos de funcionários 
  • Pagamento de férias, décimo terceiro salário 
  • Demissões ou rescisões contratuais 
  • Impostos 
  • Contribuições com previdência 
  • Equipamentos de segurança 
  • Manutenções preventivas 
  • Limpeza e materiais  
  • Contratos com prestadora de serviços 
  • Seguro condominial (taxa) 

E também qualquer gasto sazonal é analisado no planejamento orçamentário do condomínio. Um exemplo de gasto sazonal é: “aumento do valor da conta de água durante o verão”.

Sabemos que todo cenário deve ser analisado com cautela ao realizar a previsão do orçamento. Por isso, sempre calcule a margem de erro e os possíveis imprevistos.

previsão orçamentária
previsão orçamentária

É importante lembrar de arredondar os valores, calcular a mais garante uma folga no orçamento. Após levantar os custos e gastos para o ano seguintes é importante analisar: 

  • Manutenções que serão feitas no próximo ano 
  • Possíveis melhoras no empreendimento 

Vale lembrar também se a documentação contra incêndios está em dia. Isso também entra na previsão orçamentária. Veja mais sobre AVCB clicando aqui. 

Definir urgências  

O síndico compreende quais são as urgências de um condomínio, por isso consegue buscar um orçamento de gastos previstos adequadamente.

A intenção é que a previsão do orçamento consiga se aproximar da realidade. Caso contrário, existirá a necessidade convocar assembleias extras para aprovar o orçamento.   

Fundo reserva 

O fundo reserva do condomínio também poderá fazer parte do orçamento, sabemos que essa é uma pratica permitida, porém a convenção do condomínio precisa autorizar.  

Planilha orçamentária 

Todos os dados analisados e coletados deverão ser adicionados na planilha de previsão orçamentária. Nesse artigo separamos um checklist dos itens necessários para uma boa previsão de orçamento do seu condômino. Veja nosso checklist abaixo!

Checklist da previsão orçamentária  

  1. Levantar todos os gastos do ano passado 
  1. Considerar taxa de inadimplência do condomínio 
  1. Estabelecer todos gastos com funcionários (13° salário, feiras e previdência) 
  1. Calcular folha de pagamento de novos funcionários 
  1. Rever valor dos contratos renovados (renegociar se preciso) 
  1. Fazer levantamento de manutenções e obras 
  1. Calcular todos os gastos com base na inflação prevista 
  1. Arredondar valores e estabelecer margem de imprevisto 

Com o checklist acima, você saberá como montar uma boa previsão orçamentária. Se tiver alguma dúvida entre em contato conosco, clique aqui.